| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

AGÊNCIA MSV PRESS
Desde: 23/10/2003      Publicadas: 1424      Atualização: 01/11/2005

Capa |  Automobilismo  |  Carros Conceitos  |  Clássicos  |  Dicas  |  Editorial  |  Eventos 2004  |  Gente & Fatos  |  Manchetes  |  Notícias - Geral  |  Notícias - Rápidas  |  Notícias - Tempo Real  |  Tecnologia  |  Tuning


 Clássicos

  06/07/2004
  0 comentário(s)


LOTUS ELAN - A PEQUENA JÓIA DE HETHEL

Pequeno e agíl, este foi um dos roadsters mais famosos da marca de Colin Chapman...

LOTUS ELAN - A PEQUENA JÓIA DE HETHEL
O estilo descontraído e a técnica refinada fizeram do Lotus Elan um marco entre os roadsters britânicos. No início da década de 60, o Lotus Elite e o Lotus Super Seven já eram motivo de orgulho para os ingleses, admirados no resto da Europa e vendidos aos americanos. Estes velozes esportivos, da pequena cidade de Hethel, eram conhecidos no mundo inteiro.

Colin Chapman e Colin Dare fundaram a Lotus Cars Ltd em 1947 com o um objetivo em mente: terem sucesso no mundo do automóvel. E muito alcançaram com os seus velozes esportivos, bem originais e de grande eficiência. Várias das experiências e soluções tecnológicas adquiridas em competições eram aplicadas à produção em série dos seus carros.



No Salão de Londres de 1962 era apresentado um cabriolet de linhas curvas e esguias, modernas e atraentes. Os seus faróis redondos escamoteáveis eram uma ousadia para a época. Os pára-choques encontravam-se muito rentes à carroceria e, logo abaixo do dianteiro, estava a entrada de ar oblíqua para o radiador. Na traseira, quatro pequenas lanternas e duas reduzidas luzes de mudança de direção. Com uma agressividade amena, dada por seu nome - Elan.



O chassis do tipo "espinha dorsal" em aço, em forma de Y, iria fazer história e seria aproveitado em projetos futuros. A sua carroceria em plástico reforçado com fibra-de-vidro media 3690 mm de comprimento e 1140 mm de altura. Fiel à tradição da marca em pesar muito pouco, não passava dos 590 kg. Muitos dos carros não eram vendidos "completos" pela marca: uma curiosa lei inglesa de tributação tornava mais barato vendê-lo em forma de kit, para que o comprador o concluísse na oficina da sua preferência.



Equipava este modelo um motor Ford 122 E inglês, derivado do Cortina, com duplo comando de válvulas no cabeçote (preparação exclusiva Lotus), 1,5 litros, caixa de quatro velocidades (do Ford Corsair de série) e tração traseira. Não passado muito tempo o motor foi preparado, ganhando mais potência. Passava a ser um 1,6 litros, capaz de debitar 105 cv de potência máxima às 5.500 rpm. Era alimentado por dois carburadores de duplo corpo da marca italiana Weber e tinha uma elevada taxa de compressão, 9,5:1.



A velocidade final era de 182 km/h. O Lotus Elan era veloz, bastante ágil e bom em seções mais curvilíneas, com leve tendência subviradora (sair de frente). A suspensão era independente nas quatro rodas (com braços sobrepostos à frente e McPherson atrás, que se tornariam conhecidas como "colunas Chapman"), bem como os freios a disco, da famosa marca Girling - em uma época em que até os Corvettes usavam freios a tambor! O pequeno esportivo tinha uma concepção simples, mas refinada.

A Lotus chegava a assustar automóveis de muito maior potência e cilindrada. Os seus concorrentes diretos eram a Porsche 356, o Alpine A110, o Alfa Romeo GTA e, em terras britânicas, o MGB e o Austin Healey. Todos, inclusive as Lotus, não eram automóveis com preços acessíveis, mas não chegavam a custar tanto quanto os esportivos italianos ou os ingleses de prestígio - e o seu desempenho era quase tão bom.



Em 1965 era lançado o Elan S2 Coupé GT, um coupé 2+2, um pouco mais pesado - 620 kg - mas que mantinha a mesma agilidade. Este modelo também era bonito e podia receber um capota de lona como opcional ou vir equipado com a capota em cor diferente da carroceria . Em ambos os casos, era ótimo para um casal com espírito esportivo e discreto.

A sua potência também crescia com o novo motor SE (Segunda Edição) de 115 cv. A relação peso/potência era de 5,8 kg/cv, um pouco maior que o modelo cabriolet. Acelerava dos 0 aos 100 km/h em 7,2 segundos (0,5 s a mais que no roadster) e atingia uma velocidade máxima de 190 km/h... um bom desempenho ainda nos tempos atuais.



No interior, podia acomodar na dianteira passageiros com até 1,85 m de altura com relativo conforto, muito bom para um pequeno coupé esportivo. O painel de instrumentos, anteriormente forrado de vinil, passava a ser de madeira e contava agora com conta-giros, manômetro de óleo e amperímetro - todos da marca Smith, famosa entre os ingleses dos anos 60. O volante com aro de madeira tinha três raios de alumínio e uma boa empunhadura.

No meio dos bancos, a alavanca da caixa de velocidades exibia o famoso símbolo da Lotus sobre o pomo, também presente no centro do volante, nos cubos das rodas e no escudo no meio do capô. Trata-se do famoso logotipo redondo com um triângulo inserido da Lotus, de fundo verde e o emblema da pequena empresa. Ainda em 1965, a Lotus disponibilizava o controle elétrico dos vidros nas duas versões de carrocerias. Três anos depois, ganhava um ressalto no capô, para-lamas mais largos e luzes de mudança de direção retangulares. Estava mais moderno...



Em 1971 a marca britânica aumentava a potência e a velocidade, passando a debitar 126 cv de potência às 6.500 rpm e uma velocidade máxima de 195 km/h. A taxa de compressão passava a 10,3:1. Muitos referem-se a este modelo como Big Valve, em alusão às maiores válvulas do motor, mas o modelo passava a chamar-se Lotus Elan Sprint, inscrição que se encontrava em faixas decorativas nas laterais. Logo abaixo destas, o carro também mudava de cor, normalmente prateado, o que dividiu opiniões. Os americanos gostaram... as bonitas e discretas rodas de alumínio tinham agora pneus 155 HR 13 e, passados dois anos, recebia uma caixa de cinco velocidades, bem mais adequado ao desempenho esportivo.



O Elan teve uma carreira brilhante em competições britânicas, europeias e americanas. Competiu nos grupos 1,2 e 5 (conforme a preparação) regulamentados pela FIA. Era um show em pista. No final de 1973, depois de um enorme sucesso no mundo inteiro e 12.224 unidades vendidas, passava o seu legado para o modelo Elite, bem mais moderno e ajustado à década de 70.



Em 1989, no Salão de Frankfurt, a tradicional empresa de esportivos britânica - já sob a administração da General Motors - lançava um novo Elan Cabriolet. Só conservava do antigo o espírito e o conceito do chassi. O motor de 1.6 litros era um Isuzu japonês, 16V com turbo que gerava 165 cv de potência e de tração dianteira. Apesar do agradável design de Peter Stevens, autor também do McLaren F1, pesava mais de uma tonelada e seu comportamento dinâmico não entusiasmava. Com a venda da Lotus a Romano Artioli, da Bugatti, o projeto foi cedido à coreana Kia, após apenas 4.300 unidades.



Apesar da sofrível qualidade de fabricação, o clássico Elan foi um dos melhores e mais divertidos roadsters da sua geração, até hoje lembrado com saudade. Os seus admiradores ainda são muitos e a própria Lotus fornece peças para restauração, sejam mecânicas ou de acabamento. O sonho não pode acabar.
  Autor:   Redação


  Mais notícias da seção GERAL no caderno Clássicos
11/08/2005 - GERAL - CARAVANA DE CHEVROLETS BRASIL FAZ LARGADA PROMOCIONAL EM FRENTE À GM
Aventura à moda antiga saiu de São Caetano do Sul, em frente ao portão principal da General Motors, como parte das comemorações de seus 80 anos no Brasil......
03/08/2005 - GERAL - COM MUITAS ATRAÇÕES, MONZA CLUBE REALIZA, EM SÃO PAULO, SEU 3º ENCONTRO NACIONAL
O Monza Clube realizará no próximo sábado (06/08) o seu 3º Encontro Nacional, com o apoio da General Motors do Brasil......
28/07/2005 - GERAL - CARAVANA DE CHEVROLETS BRASIL VISITA A CAPITAL MUNDIAL DO AUTOMÓVEL
Aventura à moda antiga faz parte das comemorações dos 80 anos da General Motors no Brasil......
30/06/2005 - GERAL - "OPALEIROS" TEM ENCONTRO NO RAPOSO SHOPPING
A partir de 17 de julho, integrantes do Clube Amigos do Opala de São Paulo se reunirão, todo terceiro domingo do mês, no estacionamento do Raposo Shopping, das 10h às 14h.......
17/06/2005 - GERAL - COLECIONADORES DE CARROS ANTIGOS TÊM ENCONTRO MARCADO NA SEXTA ANTIGA
Evento é realizado todas as sextas-feiras, no Modelódromo do Ibirapuera......
06/05/2005 - GERAL - ENCONTRO DE VEÍCULOS ANTIGOS COMEMOROU O ANIVERSÁRIO DE BRASÍLIA
Uma das datas mais expressivas no mês de abril é sem dúvida o aniversário de Brasília, época que traz para esta cidade moderna o espírito que representa o amor ao Brasil......
27/04/2005 - GERAL - 10ª EDIÇÃO DO ENCONTRO PAULISTA DE AUTOS ANTIGOS SUPERA TODAS AS EXPECTATIVAS
Maior evento de veículos de coleção do Brasil, realizado em Águas de Lindóia, no interior de São Paulo, reuniu mais de 700 raridades......
06/01/2005 - GERAL - LAVÍNIA É ATRAÇÃO NO 1º ENCONTRO NACIONAL DE RODAS E MOTORES
Feira abre nesta quinta-feira (6) e reúne 40 expositores......
03/11/2004 - GERAL - BODAS DE OURO: FORD THUNDERBIRD FESTEJOU 50 ANOS
Para comemorar a dta, a Ford revelou um projeto para a produção de uma edição limitada 50th Anniversary do modelo......
31/08/2004 - GERAL - COMEÇA NO PRÓXIMO SÁBADO O 3o ENCONTRO BRASILEIRO DE VEÍCULOS ANTIGOS E HOT HODS
A estância hidromineral de Serra Negra sediará a maior exposição de carros antigos já realizada no Brasil... ...
16/07/2004 - GERAL - CHEVROLET CAMARO - THE AMERICAN WAY
Apresentado em meados de 1966, o Camaro sobreviveu até 2003, mas mantém fans até hoje......
09/07/2004 - GERAL - FORD GT 40: O MITO FAZ 40 ANOS E PREPARA O RETORNO
Este é o Ford de linha mais rápido da história......
29/06/2004 - GERAL - FERRARI 288 GTO - HOMOLOGADO PARA CORRER
Modelo apresentado em 1984 marcou o retorno da Ferrari ao Gran Turismo...
25/06/2004 - GERAL - CARROS ANTIGOS SERÃO ATRAÇÃO DA CIDADE HISTÓRICA DE SANTANA DE PARNAÍBA NA GRANDE SÃO PAULO
Neste domingo (27/06), o III Encontro de Antigomobilismo será realizado no Centro Histórico da cidade...



Capa |  Automobilismo  |  Carros Conceitos  |  Clássicos  |  Dicas  |  Editorial  |  Eventos 2004  |  Gente & Fatos  |  Manchetes  |  Notícias - Geral  |  Notícias - Rápidas  |  Notícias - Tempo Real  |  Tecnologia  |  Tuning